Afinca cobrou solução para assuntos de interesse dos servidores em reunião com diretora geral

AFINCA • 20 de setembro de 2017

A diretoria da Afinca, tendo à frente a Presidente Beatriz Moreira, reuniu-se com a diretora geral do INCA, Ana Cristina Pinho Mendes, no dia 14 de setembro. Na ocasião foram tratados os seguintes assuntos de interesse dos servidores:

1)      Incorporação do Hospital Cardoso Fontes ao INCA

A diretora geral esclareceu que houve uma petição do deputado federal Júlio Lopes ao Ministro da Saúde com este objetivo, mas ainda não houve resposta por parte do governo e, segundo ela, não há interesse do INCA nesta fusão.

2)      Educação continuada

A Afinca insiste na abertura de um programa de educação continuada para todos os funcionários, nos moldes do que já existe para a enfermagem. A dificuldade está em estabelecer quais as áreas serão abrangidas pelo programa e a sua carga horária. A direção reafirmou que os cursos terão que ser presenciais.

3)      Ponto eletrônico

                A direção geral alega que o SIREF continua sendo aperfeiçoado e que erros pontuais têm sido corrigidos. Além disso, informou que mais máquinas foram solicitadas e que, no futuro, SIAPE e SIREF serão integrados.

Crise pode congelar salário de servidor

AFINCA • 19 de setembro de 2017

Mesmo com os tímidos sinais de melhora nos índices da atividade, a equipe econômica tem um caminho árduo para tirar as contas públicas do vermelho. Atualmente, os gastos obrigatórios, como o pagamento de salários dos servidores e benefícios previdenciários já ultrapassam toda a receita líquida do governo federal, que é a verba disponível após os repasses legais para estados, municípios e fundos constitucionais. Nos últimos 12 meses, essas despesas chegaram a 105% da receita, segundo dados do Tesouro Nacional.

Em pouco tempo, a situação se tornará insustentável e, além de colocar em xeque a meta fiscal deste ano, que é a de conter o deficit fiscal a R$ 159 bilhões, deve levar o Executivo a publicar medida provisória para congelar os salários dos servidores em 2018. A medida é esperada pelo mercado, uma vez que o Estado tem sido obrigado, cada vez mais, a financiar a máquina pública contraindo dívidas. Atualmente, o endividamento federal representa 73% do Produto Interno Bruto (PIB). A previsão de analistas é de que o indicador aumente para mais de 90% em 2022 ou 2023.

AFINCA CONVOCA

AFINCA • 20 de setembro de 2017

Assembleia geral para os associados da AFINCA

Auditório Moacyr Santos Silva
8º andar – HC I
Dia: 25/09/2017 (segunda-feira) às 14h.

 

Pauta:

Sede campestre
Aquisição de nova sede
Espaço cultural e terapia alternativa para os associados

 

Contamos com a sua presença: a sua participação é muito importante!

 

 

Faltam recursos humanos no Inca, constata comissão externa da Câmara

AFINCA • 06 de setembro de 2017

A comissão externa da Câmara dos Deputados, criada para acompanhar a situação das emergências dos hospitais federais no Rio de Janeiro (RJ), reuniu-se hoje (4) com diretores do Instituto Nacional do Câncer, no centro da cidade e constatou que os principais problemas da instituição são a falta de recursos humanos e os atrasos na regulação das vagas.

A deputada Jandira Feghali, coordenadora da comissão, ressaltou que o Inca é referência em todo o país no tratamento de câncer, com equipamentos e profissionais de alto padrão e  querepresenta conquista exemplar do Sistema Único de saúde (SUS), mas que “precisa de ajuda para continuar mantendo o padrão de excelência”.

Comissão vai apresentar proposta para regulamentar nomeação de diretores em hospitais

AFINCA • 04 de setembro de 2017

Ideia é exigir dos candidatos a cargos de direção capacidade técnico-administrativa e independência funcional. Proposta deve criar ainda liste tríplice para evitar uso político do cargo

Hospital Federal de Ipanema

Deputados da comissão externa durante visita ao
Hospital Federal de Ipanema, na Zona Sul do Rio

A comissão externa de deputados que analisa a situação das emergências dos hospitais federais do Rio de janeiro deverá protocolar em breve, na Câmara dos Deputados, projeto de lei que estabelece novas regras para a ocupação de cargos de direção em unidades de saúde do País.

Abrasco contra o desmonte do SUS – crise crônica na rede do Rio de Janeiro

AFINCA • 30 de agosto de 2017

ABRASCO

Protesto dos médicos e demais servidores do Hospital Federal de Bonsucesso, no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro, município com a maior capacidade hospitalar em todo o país, agoniza em meio a uma crise econômica sem precedentes, deixando como marca o caos e a descontinuidade de atendimentos nas três esferas de gestão dos serviços de saúde, o que só interessa àqueles comprometidos com o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS). A Abrasco segue na sua missão institucional de defender o SUS e de denunciar movimentos que demostram claramente o interesse em fragmentar o sistema – seja por inanição de recursos, seja por má condução da racionalidade de gestão. O fazemos pelo SUS e pela saúde do Rio de Janeiro: resistiremos e lutaremos.