Planejamento reafirma: terceirizados têm que sair até o final de 2012

A Controladoria-Geral da União considerou o ano de 2011 prioritário para acelerar as trocas de trabalhadores terceirizados irregulares por concursados na administração direta (o que inclui o INCA). Foram destinadas 1.291 vagas para concursos, visando à extinção de postos terceirizados, considerados inadequados pela legislação.

Nesse contexto, 94,72% dos terceirizados irregulares já foram substituídos. O restante das substituições deverá ocorrer no prazo acertado com o Ministério Público de Trabalho, em 31 de dezembro de 2012. MesmoTambém na Administração indireta (autarquias e fundações), para a qual não existe um cronograma formal de substituições a ser cumprido, o percentual de substituições avançou 13,51%.

Até o momento, foram autorizados concursos públicos para a Agência Nacional de Águas (ANA) e para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com o objetivo de substituir terceirizados, totalizando 345 vagas.

Veja a matéria completa no site do Ministério do Planejamento.