AFINCA em defesa de um Censo completo e do fortalecimento do IBGE

AFINCA • 09 de maio de 2019

A AFINCA participou no dia 2/5 pela manhã do protesto “Censo sem cortes – o Brasil quer se ver por inteiro”. O protesto foi realizado por servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apoiados por membros do Fórum de Ciência e Tecnologia e demais entidades associativas de servidores públicos. Como objetivo, denunciar o corte orçamentário no Censo 2020 anunciado pelo governo federal e defender o não esvaziamento do IBGE, inclusive com a realização de concurso público para a instituição.
Cerca de 250 servidores se reuniram em frente à sede do instituto, no Centro do Rio, para exigir a revisão no corte de 25% do orçamento para a realização do próximo Censo. Os servidores reivindicaram também a manutenção da visita dos recenseadores em lares dos 5.570 municípios brasileiros.
Um Censo parcial em 2020, com pesquisas somente por amostragem, privará a sociedade e o próprio governo de informações fundamentais para o conhecimento do país. Assim, a formulação de políticas públicas em diversos campos será prejudicada, colocando em risco principalmente à saúde do brasileiro.
De acordo com a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), a redução no número de cidades visitadas e no tamanho do questionário domiciliar pode levar a erros importantes. Estes erros comprometerão a vigilância em saúde e a cobertura vacinal. Neste quadro, eleva-se o risco de ressurgimento da poliomielite e até mesmo da paralisia infantil, esta há mais de 30 anos sem registro.
A AFINCA participou do protesto representada por Beatriz Moreira, presidente da associação; Haydée Barreto, vice-presidente; e Nelson Virla, diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *