Morre aos 83 anos Dr. Marcos Moraes, ex-diretor geral do INCA

Dr. Marcos Fernando de Oliveira Moares

A AFINCA comunica o falecimento do Dr. Marcos Moraes nesta segunda-feira (4/5), aos 83 anos, em decorrência de causas naturais. A AFINCA manifesta seus pêsames e toda a solidariedade aos familiares neste difícil momento.
Marcos Fernando de Oliveira Moraes nasceu em Palmeiras dos Índios (AL), em 10 de agosto de 1936. Graduou-se pela Faculdade de Ciências Médicas, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 1963.
Dirigiu o Instituto Nacional do Câncer (Inca) por oito anos consecutivos (1990-1998), participando da elaboração do Programa Nacional de Câncer e contribuindo para a orientação da política de câncer no Brasil. Diante do sucesso de várias iniciativas, entre as quais uma política de controle do tabagismo, o instituto foi nomeado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) colaborador para o Programa Tabaco ou Saúde.
Durante sua gestão ampliaram-se ações já em desenvolvimento para a detecção precoce do câncer, e foram incorporados ao Inca o Hospital de Oncologia (do ex-Inamps), o Hospital Luíza Gomes de Lemos (da Associação das Pioneiras Sociais) e o Pro-Onco (da Campanha Nacional de Combate ao Câncer). Posteriormente, participou da criação da Fundação Ary Frauzino para Pesquisa e Controle do Câncer (FAF), para apoiar financeiramente o Inca e pesquisas contra o câncer, e foi presidente de seu Conselho de Curadores da FAF.
Organizou e chefiou, no Hospital de Ipanema, o Serviço de Tumores de Partes Moles e a Comissão de Oncologia, bem como administrou o programa de residência médica do mesmo.
Foi eleito Membro Titular da Academia Nacional de Medicina (ANM) em 1997, presidindo-a em dois mandatos (2007- 2009 e 2011- 2013).
No Brasil, foi professor titular de Cirurgia e Chefe do Departamento de Cirurgia da Universidade Gama Filho, e coordenador do Programa Interinstitucional de Pesquisa, Ensino e Extensão na Biologia do Câncer da UFRJ. Nos Estados Unidos, era “Master of Science in Surgery” pela Universidade de Illinois e “Fellow” do Serviço de Oncologia Cirúrgica da mesma universidade.
Foi presidente e membro fundador da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica e da American Trauma Society, em Chicago. Também foi membro da Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer (ABIFCC), Sociedade Latino-americana de Diretores de Institutos Nacionais do Câncer, do Executive Council da World Federation of Surgical Oncology Society, e representante oficial do Brasil na OMS para o National Cancer Control Programmes. Recebeu o prêmio de excelência em pesquisa concedido pela Kroc Foundation da Califórnia (EUA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *