Setembro Amarelo: esforço conjunto para prevenção e tratamento

AFINCA • 10 de setembro de 2020

O Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio é nesta quinta-feira (10/9). O Ministério da Saúde, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) lançaram a cartilha “Suicídio: Informando para Prevenir” e iniciarão treinamento de profissionais de saúde de qualquer área médica para que possam identificar e encaminhar corretamente para tratamento pessoas com tendências suicidas. Tanto a cartilha como informações sobre o treinamento estão disponíveis no site www.abp.org.br
As iniciativas fazem parte da campanha “Setembro Amarelo 2020: É Preciso Agir”. Segundo a ABP, é possível evitar que pessoas cometam suicídio se forem bem atendidas. Se uma pessoa pede ajuda, deve-se entender o pedido como emergência médica. Depois do primeiro atendimento médico, ela tem que ser encaminhada a um serviço psiquiátrico e ser assistida pela equipe de saúde mental, que reúne psiquiatra, psicólogo e assistente social, de maneira a ter o melhor resultado possível.
As pesquisas mostram que só comete suicídio quem apresenta quadro psiquiátrico que não está tendo tratamento adequado ou não foi bem tratado antes. Daí a importância de treinar todos os profissionais de saúde para que saibam identificar um quadro de tendência suicida e evitar que o ato seja praticado.

Subnotificação

A média anual de suicídios no Brasil é superior a 13 mil, de acordo com dados do ano passado do Ministério da Saúde. Os índices, porém, são maiores, por causa da subnotificação e também porque muitas mortes de suicidas são atribuídas a outras causas, como politraumatismo e atropelamento. (Com agências)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *